domingo, 16 de janeiro de 2011

Oração



Ó tu, que realça o azul do céu
Realça meu coração parar a vida
Afasta os tons de cinza que insistem sobre nós
Faze-nos da brandura dos ventos
Que mesmo calmos sabem se impor
Dê aos nossos olhos o brilho das estrelas
Para que não se apague da Terra o cintilar de almas
Agrade nossos lábios com a candura das nuvens
Para distribuirmos sorrisos quanto elas despejam chuva

Tu que fazes acordar o dia
Amanheça a nossa pureza ao raiar do sol
Que tenhamos cheiro de orvalho
Para fazer a essência de um mundo que acorda

Tu artista sublime
Dê-nos muitos amores
Para reconhecermos as cores que enfeitam o caminho
Aquele que falsos daltônicos insistem em não ver
Para justificar as trevas em que se escondem!

Que isso seja conforme tua vontade, Grande Pintor!

Imagem retirada do site Muito legal

7 comentários:

lolipop disse...

Linda a imagem e a prece...
Gostei dessa imagem dum Grande Pintor do nosso Universo.
Abraços

Flor de Maio disse...

Olá Jeff, que lindo texto! Bela mensagem. Qto a Martha Medeiros, grave mesmo esse nome, ela tem textos excelentes. Boa semana, abraço fraterno.Samira

Aline Moschen disse...

amém.

Shuzy disse...

hsuahsuahusha
Bruxinha sim, mas uma bruxinha boa...

=P

(adooooro teus comentários)

Shuzy disse...

É verdade... As histórias do meu blog formam um emaranhado de situações. Tem que cuidar pra não dar nó... hehe

Mago??
Quero ver só... hsuahsuhausha

Rart og Grotesk disse...

achei interessante essa parte :
"Aquele que falsos daltônicos insistem em não ver
Para justificar as trevas em que se escondem!"

Belo blog!

gostaria que conhecesse meu blog de arte obscura http://artegrotesca.blogspot.com
bjs

Balaio Variado disse...

Oi Jeff

Passando para uma visitinha, pois vi seu comentário em outro blog e fiquei curiosa para saber o que te instiga.

Abraços
Balaio Variado